domingo, 11 de junho de 2017

Este é mesmo homem!

O Francisco começou a choramingar a meio da noite (como, aliás, é costume. É o sinal para o ir buscar).

Lá fui eu confortá-lo e trouxe-o comigo para a cama. Ele veio, a dormitar.

Estávamos deitados quando ouvi um barulhito. E ele, apesar de estar meio a dormir, começou a rir-se e a dizer: "Pum, pum...!"

(gajos!!!)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue

Seguidores